Skip to main content

Homem condenado à morte pede uma Bíblia na véspera. Mas por um motivo muito estranho, veja:

Em 25 de abril de 2017, o site de entretenimento World News Daily Report publicou uma notícia  artigo que informava que um preso condenado à morte chamado Jeremy Morris comeu uma Bíblia inteira na sua última refeição.

O texto, que era acompanhado da fotografia abaixo, mostrava um homem cheio de tatuagens no rosto e no pescoço, onde se sobressaía um pentagrama em sua testa:

Quando a equipe da prisão perguntou a Jeremy Morris, de 33 anos, se ele queria algum prato especial em sua última refeição, ele respondeu: “Eu só quero uma Bíblia”.

Os guardas da prisão da Fundação Correcional William C. Holman acharam que o condenado queria rezar e se arrepender, então lhe deram uma cópia antiga da Bíblia do Rei Jaime (a primeira Bíblia traduzida em inglês) .

Contra todas as expectativas, o assassino condenado à morte começou a rasgar o Livro Sagrado e o comeu inteiro.

O prisioneiro comeu a Bíblia? Verdade ou Mentira?

World News Daily Report é um site de entretenimento que tem uma longa história de publicações de notícias e histórias falsas, como esta que vocês acabaram de ler.

O site contém uma declaração de responsabilidade rotulando todo o seu conteúdo como ficção:

O World Report Daily News assume toda a responsabilidade pela natureza satírica de seus artigos e pela natureza ficcional de seu conteúdo. Todos os personagens que aparecem nos artigos deste site – mesmo aqueles baseados em pessoas reais – são inteiramente ficcionais e qualquer semelhança entre eles e qualquer pessoa, viva, morta ou morta-viva, é puramente um milagre.

Além do mais, o homem da fotografia não se chama Jeremy Morris, mas, na realidade, é um colega de um homem chamado Michael Campbell , um agressor sexual que obteve alguma notoriedade na internet em 2013, quando uma montagem mostrava o antes e o depois das tatuagens que ele fez no rosto e que se tornou viral.